Sobre Elvis Presley

 

Em 08/01/1935, em Tupelo, no Mississippi, pouco antes do amanhecer, numa casinha de dois cômodos, construída pelo seu marido e cunhado, Gladys Presley dá à luz a dois gêmeos. O primeiro, Jessie Garon, nasce morto. O segundo, Elvis Aaron, nasce com vida e saúde. Elvis viria a ser o filho único de ambos. Jesse é enterrado no Cemitério de Priceville.

 

Pai Vernon e mãe Gladys

 

 

Em 1936 um tornado devasta Tupelo matando 235 pessoas. Vernon e Gladys procuram refúgio na casa de Minnie Mae. (avó de Elvis)

 

 

Em 1937 Vernon foi preso por falsificar o valor de um cheque de 18 para 28 dólares. Em 1938 foi condenado a 3 anos de trabalhos forçados numa Penitenciária do Estado do Mississippi.

 

 

1939 - Elvis com 4 anos de idade.

 

 

Em 1940, aos 5 anos de idade Elvis foi matriculado na Consolidated, escola primária de East Tupelo. Hoje chamada Lawhon Elementary School.Diariamente a Sra. Presley era vista levando o garotinho às aulas, hábito que persistiria por mais uma década. Neste mesmo ano, Elvis começa a frequentar a Assembléia de Deus e Vernon sai da prisão por bom comportamento. Conseguiu emprego numa fábrica de armamentos bélicos em Memphis, no estado vizinho do Tennessee, cerca de 160 km de Tupelo. Lá passava a semana, revendo a família aos domingos.

 

 

Em 1941 com Vernon e Gladys

 

 

1942, com 7 anos de idade.

 

 

1943, com 8 anos de idade. Em 1944 Elvis recebeu o batismo do Espírito, uma doutrina seguida pela Igreja Petencostal (Primeira Assembléia de Deus) da qual a família Presley fazia parte.

 

 

Em 1945, Elvis foi inscrito, pelo diretor da escola, no concurso de novos talentos da Feira Mississippi-Alabama, no dia das crianças. O diretor foi chamado para ouvir o menino cantar em classe, pela professora Sra. Grimes, que se emocionou ao ouvir o menino de 10 anos cantando "Old Shep". Elvis conseguiu o segundo prêmio, 5 dólares mais ingressos para todas diversões da Feira. Na foto, Elvis é o menino óculos, o primeiro da direita para a esquerda.

 

 

Elvis queria um rifle de aniversário, depois uma bicicleta de presente, mas os pais dele não tinham dinheiro suficiente para nenhum dos dois, além de considerarem perigosos para o menino. Elvis fazia pequenos trabalhos para os vizinhos para arrecadar dinheiro e no dia do seu aniversário, ele e sua mãe foram até a loja Tupelo Hardware para comprar o seu presente. O dinheiro que Elvis arrecadou não foi suficiente para comprar o rifle que ele tanto queria. Então o vendedor lhe mostrou um violão. Elvis ficou interessado e sua mãe disse que se ele ficasse com o violão, ela completaria o valor que estava faltando. E foi isso que aconteceu. O violão custou 12 dólares e 95 centavos.

 


O violão passou a ser companhia constante de Elvis, que o levava para todo lugar, inclusive para a escola.

 

 

Em 1946, Vernon voltou a residir com a família, que se mudou para Commerce Street. Elvis foi matriculado na Milam Junior High School (construída no lugar da Old Tupelo Graded School em 1927 hoje localizada na 720 W. Jefferson Street). Vernon se empregou como motorista de caminhão numa mercearia. Em seguida foram morar em Mobile Alley, ao lado da estrada de ferro. Depois mudaram mais uma vez para North Green Street, perto de Shakerag, o gueto negro.

 

 

Em 1948, a família mudou-se para Memphis no dia 12 de Setembro. Escolheram o Sábado, para que Elvis, então com 13 anos, não perdesse um só dia de aula. Foram residir num quarto de um casarão na Poplar Avenue, 572, na zona norte. O casarão ficava cerca de 500 metros do centro comercial delimitado pelas margens do rio Mississippi. As acomodações eram precárias. Elvis foi imediatamente matriculado na Humes High School, escola localizada na 659 North Mannassas. Elvis foi se acostumando aos poucos com a escola e a cidade grande já que era muito tímido. O pai conseguiu emprego numa companhia de ferramentas e depois como motorista de caminhão numa firma de vendas por atacado. Gladys arrumou emprego como operária numa fábrica de cortinas e ajudante numa lanchonete no centro da cidade. Elvis ajudava a família cortando grama após as aulas. O gosto pela música crescia cada vez mais.

 

 

 

Em 1949, Vernon trabalhava como encaixotador de latas de tinta na United Paint Co. quando se viu forçado a pedir ajuda na Promoção Social devido às péssimas condições de vida. A família foi transferida para Lauderdale Courts, conjunto residencial na Winchester Street 185. Lauderdale courts era um grupo de prédios de tijolos vermelhos muito mais limpo do que o lugar onde eles moraram anteriormente. Elvis começa a escutar a WDIA, uma rádio local dedicada a música negra.

 

 

Em 1950, começa a namorar Betty McMahan que era sua vizinha. Faz amizade com Red West que incorporaria anos mais tarde a "Máfia de Memphis". Imitando seu idolo Tony Curtis, Elvis começa usar um penteado com um longo topete. Em 1951, começa a jogar futebol americano no Humes High Tigers. Começa a namorar outra vizinha chamada Billie Wardlow.

 

 

Em 1952, Elvis assiste pela primeira vez o show de JD Sumner. Como não tinha dinheiro para pagar JD deixava o rapaz entrar de graça.

 

 

Em 1953, Elvis ganhou um Lincoln 42 pelo seu aniversário (18 anos) do pai, que pagou apenas 50 dólares. Gladys continuou com seu emprego no hospital e então a família saiu de Lauderdale Courts nos primeiros dias deste ano. Os Presley foram residir num pequeno apartamento na Cypress Street, 398, quase no centro da cidade. Além de mais caro, não tinha mais espaço que o casarão da Poplar. Elvis foi incluído no ROTC, treino de cadetes colegiais da Humes.

 

 

Elvis formou-se em junho de 1953 e provou que nunca mais esqueceria sua escola, fazendo doações constantes quando ficou famoso.

 

 

Elvis se empregou, juntamente com seu primo Gene Smith, como operário da Precision Tool Co, mas logo em seguida ele já estava no escritório da Crown Eletric Co, pleiteando uma vaga como motorista de entregas. Elvis conseguiu o emprego (ganhando 1 dólar por hora) graças a insistência da esposa do chefe (Sra Tipler). Ela insistiu no fato de Elvis ser muito educado mesmo se vestindo de forma "estranha". Os cabelos compridos, o colarinho levantado e as roupas coloridas provavelmente teria feito o dono da companhia ter colocado o rapaz para fora imediatamente. Elvis estava estudando para ser eletricista.

 

 

Sempre que passava pela Union Street, dirigindo a Ford Pick-Up da firma, ele olhava com interesse para o número 706, pois ali estava o Memphis Recording Service, especializado em gravações fonográficas. Ele desejava gravar um disco mesmo que não fosse para fins comerciais. A firma era uma pequena, mas lucrativa filial da Sun Records, criada e dirigida por Sam Philips. Paga 4 dólares para gravar 2 faixas na Sun Records de Memphis. As músicas eram "My Happiness" e "That's When Your Heartchaches Begin".

 

 

 

Em outubro faz uma apresentação informal no Clube Eagle Nest, apresentado pelo Dj Dewey Phillips. Na ocasião Elvis interpreta canções de Dean Martin.

 

 

1954, Sam Philips queria gravar a música "Without You" com um cantor negro que ele não conseguiu encontrar na época. A secretária Marion sugeriu o garoto de costeletas.

 

 

Elvis conhece Dixie Locke, de 16 anos e começam a namorar

 

 

Elvis forma um trio com Scootty Moore e Bill Black e começam a ensaiar.

 

 

No dia 19 de julho sai oficialmente o 1°. disco de Elvis Presley "That's All Right / Blue Moon of Kentucky". Logo de cara uma encomenda de 7000 cópias. O compacto se transformou num dos mais raros do mundo e alvo de colecionadores. John Lennon possuia um em seu escritório. Para muitos críticos, o movimento Rock'Roll começa a partir deste compacto, pois foi o primeiro trabalho a impulsionar Elvis ao estrelato e dar cara ao movimento.

 

 

Elvis canta no dia 30 de julho no Overton Park Shell em Memphis. E muitos shows se seguiram durante todo o resto do ano de 1954. Elvis e seu grupo não estavam ganhando muito dinheiro, viajavam longas distâncias para os shows no carro de Scotty, que servia como empresário de Elvis também. O Coronel Parker, que estava de olho no garoto de costeletas, se encontra com Elvis e sugere que ele deixe a Sun Records mas nada mais foi discutido por razões óbvias. Em 1955, Bob Neal passou a ser empresário de Elvis e o grupo passou a ser chamado Blue Moon Boys. Com o programa radiofônico de Neal as apresentações se tornaram mais freqüentes. Com o aumento no número de fãs de Elvis, Neal foi obrigado a aumentar o cachê dele. O contrato do Hayride foi prolongado para 18 meses. O salário de Bill e Scotty foram diminuídos. O grupo viajava constantemente em um Lincoln de segunda mão, cujo banco traseiro servia de cama. Seu terceiro disco Milk Cow Blues Boggie/You´re Heartbreaker foi lançado em Janeiro. O Coronel Parker continuava de olho em Elvis, desta vez oferecendo ajuda a Bob Neal, com uma turnê de 10 dias onde o Coronel "aceitaria" Elvis no roteiro dos shows de Hank Snow, quem o Coronel empresariava na época.

 

 

 

Elvis é recusado para se apresentar no programa de TV "Arthur Godfrey's Talent"

 

 

Em 03 de junho de 1956, se apresenta na NBC TV no programa de Milton Berle. Elvis interpreta 3 canções "Heartbreak Hotel", "Money Honey" e "Blue Suede Shoes".

 

 

Em 26 de setembro de 1956, Elvis retorna a sua cidade natal, mas agora como o rei do Rock and Roll. Ele fez dois shows no Mississippi- Alabama Fair and Dairy Show, o mesmo local onde ele se apresentou quando tinha 9 anos. Neste dia, foi proclamado o Elvis Day em Tupelo. E a carreira de Elvis ia de vento em popa. Discos eram lançados em curto períodos de tempo. Até que no final do ano de 1956, ele começou a sua carreira como ator.

 

 

Seu primeiro filme foi "Love me Tender". O filme é lançado no dia 6 de novembro e é um sucesso de bilheteria. O nome inicial era "The Reno Brothers". A mãe de Elvis não gostava de ver o filme, já que o filho morria no final da trama. Após o lançamento de Love Me Tender, Elvis participou de Jailhouse Rock e Loving You e deu início às gravações de King Creole. Mas sua carreira teve que dar uma parada.

 

 

Em janeiro de 1958, Elvis começa a fazer os exames médicos para a sua admissão no Exército dos Estados Unidos. Ele ficou um tempo no Texas e depois partiu para a Alemanha. Em junho de 1958 o filme King Creole foi lançado. 

 

 

Em 1959, conhece na Alemanha, Priscilla Ann Beaulieu, filha de um Capitão americano que também servia na Alemanha, e que veio a ser sua única esposa e mãe de sua única filha. Mesmo no exército, discos com coletâneas de suas gravações eram lançadas.

 

 

20.01.1960 - Elvis recebe uma promoção no exército, agora é sargento.

 

 

01.03.1960 - Elvis dá uma coletiva de despedida na Alemanha.

 

 

26.03.1960 - Se apresenta no Timex Special ao lado de Frank Sinatra. O programa foi especial para recebê-lo novamente nos Estados Unidos. Elvis canta "Stuck on You", "Fame and Fortune" e "Witchcraft" (faz um dueto com Sinatra cantando "Love me Tender"). O programa especial "Welcome Home Elvis" foi um grande sucesso e mostrou a Elvis o quanto era ainda popular! A platéia simplesmente vai ao delírio com as performances de Elvis. Ele continua com lançamentos de discos e filmes.

 

 

25.03.1961 - Dá uma entrevista coletiva a tarde e a noite faz um show beneficente para o "USS ARIZONA MEMORIAL". Na ocasião consegue 62.000 dólares.

 

 

17.10.1963 - Elvis recebe a faixa preta em Karatê. Com a faixa recebe um cartão que ficou em sua carteira até o final de sua vida.

 

 

30.04.1964 - Conhece o cabelereiro Larry Geller que o motiva dentro do esoterismo. E a maratona de filmes e discos continua.

 

 

09.02.1967 - Elvis compra o Rancho "Circle G" no Mississippi.

 

 

01.05.1967 - Elvis casa com Priscilla em Las Vegas no hotel Alladin

 

 

01.02.1968 - Nasce a única filha de Elvis, Lisa Marie. Em maio, Elvis vai para o Hawaii assistir um torneio de Karatê. Lá conhece Mike
Stone, que seria o pivô da separação de Elvis e Priscilla.

 

 

 

15.06.1968 - Elvis e Priscilla viajam até Honolulu para conhecer o Arizona Memorial.

 

 

03.12.1968 - A NBC transmite o especial "ELVIS", mais conhecido como "Comeback Special" e muda a carreira de Elvis

Elvis estava afastado dos primeiros postos da parada. Não fazia mais shows na década de 60, excluindo é claro o de 1961 e 1968/69. Nunca realizou uma turnê mundial e estava afastado da juventude que o consagrou. É até deve ter sido difícil ver seu reinado ameaçado com tamanha voracidade do quarteto de Liverpool. Se não bastasse os novos grupos, os novos ídolos, Elvis estava recebendo papeis que eram abaixo de seu talento e isso é algo hoje inquestionável. A “fórmula Elvis” de se fazer filme era rentável no inicio. Bastava colocar algumas canções, garotas e algumas brigas, que estava feito o roteiro. Porém a mesma “piada” foi perdendo a graça conforme foram passando os anos. Elvis sabia que seu público merecia mais e disse isso várias vezes ao Coronel Parker. O velho empresário possuía uma lábia de se tirar o chapéu e acabava sempre convencendo Elvis de que era o melhor negócio. Só que o próprio Coronel percebeu que seu esquema de filmes já não agradava no final da década de 60. Spinout (1967), Double Trouble (1967) e Clambake (1968) haviam sido muito aquém do sucesso de GI Blues (1960) ou Blue Hawaii (1961). A ausência de Elvis nas paradas de sucesso preocupava e era nítido que o sucesso estava se apagando. Foi ai que o Coronel Parker resolveu se mexer e arrumar um especial de TV. A idéia inicial seria um programa de canções natalinas que seria transmitido em dezembro de 1968. A idéia que partiu do próprio Coronel não iria ajudar a carreira de Elvis e sim afunda-la de vez. Quem percebeu isso logo de cara foi o Diretor do Especial chamado Steve Binder, um cara bem jovem e que conhecia muito bem a carreira de Elvis. Além de conhecer a carreira de Elvis, Steve era um apreciador do Rei do Rock e sabia exatamente o que os fãs desejavam naquela época. Ao escutar a proposta do Coronel, Steve não pensou duas vezes, chamou Elvis para uma conversa séria. Steve quis mostrar a Elvis que o Especial poderia ser sua última chance de voltar a tona e confirmar de vez sua coroa de Rei do Rock. Mostrou que sua carreira estava em declínio e que sua popularidade estava realmente acabando. Elvis a principio não acreditou em sua palavras alegando que mal podia sair de casa por causa de sua fama. Steve então propôs um desafio, os dois deveriam descer até uma avenida bem movimentada e caminhar. Steve garantiu que ninguém iria incomoda-lo pelo fato de ser Elvis Presley e talvez muitos não reconheceriam. Elvis topou e desceu com Steve para o desafio. O Coronel quando ficou sabendo disso ficou extremamente furioso. Mas Elvis precisava saber a realidade e foi isso o que aconteceu. Imagine Elvis caminhando pelas ruas em 1968 observando a nova geração de jovens usando roupas psicodélicas. O movimento Hippie estava a todo vapor neste período. Elvis ficou desconcertado. As pessoas passavam por ele e nada. Ninguém percebia que um dos maiores ícones da música mundial estava na sua frente. Aquilo mostrou a Elvis que deveria fazer alguma coisa para dar a volta por cima. Aquilo foi o resultado de anos de filmes que não condiziam com seu talento, de trilhas sonoras que passaram despercebidas do público. Depois desse episódio Elvis concordou com Steve e entrou de cabeça no especial de TV. A idéia de se fazer um programa natalino foi abandonada o que deixou o Coronel irritadíssimo. Por causa disso quase a parceria de Elvis e o Coronel acabou, pois pela primeira vez Elvis batia de frente com as opiniões de seu empresário. Steve teve a brilhante idéia de colocar Elvis num “acústico” com sua primeira banda. Elvis seria o pioneiro nesse formato de show tão conhecido hoje em dia. O diretor percebia que Elvis ficava bastante a vontade quando estava com seus amigos. Foi um momento mágico para os fãs e para Elvis. Pois há muito tempo que ele não fazia isso. Foi a última vez que ele cantou com Scotty Moore e JD Fontana. Bill seu primeiro baixista havia falecido em 1965 e não pode participar. O especial seria dividido em vários temas: Elvis cantando sozinho com orquestra e banda; cantando com sua banda original; cenas de estúdio e apresentação de dança! Mas com certeza a melhor parte é aquela que Elvis enfrenta uma platéia! A última vez que havia feito isso foi em 1961 num show no Hawaii.

 

 

Se coloque no lugar de Elvis e tente imaginar o tamanho de sua felicidade em 1969. Seu especial de regresso em 1968 pela TV lhe deu gás para retornar seus shows ao vivo, algo que não fazia há 8 anos. Com o hit Suspicious Minds retornava ao posto número 1 das paradas de sucesso! Seus discos recebiam ótimas críticas depois de um período turbulento de trilhas sonoras. Fisicamente Elvis estava mais magro, bronzeado de suas férias no Hawaii que tanto amava.

 

 

27.02.1970 - Elvis realiza um grande show no Astrodome em Houston.

 

 

Em dezembro de 1970, se encontra com o Presidente Nixon na Casa Branca

 

 

Também em dezembro ,Elvis lança seu primeiro documentário, That's The Way It Is pela MGM.

 

 

14.01.1973 Realiza o show mais importante da carreira, Aloha From Hawaii, visto por mais de um bilhão e meio de pessoas.

 

 

Em 09/10/1973 Elvis e Priscilla se divorciam. Elvis tem depois duas namoradas Linda Thompson e por último Ginger Alden.

 

 

08.08.1977 - Elvis aluga o Parque de Diversões chamado Libertyland para brincar com Lisa Marie.

10.08.1977 - Elvis sai para ir ao cinema com Lisa Marie e Ginger para assistirem o "novo filme" de James Bond.

14.08.1977 - Elvis sai com Ginger para passear de motocicleta.

15.08.1977 - No dia 15 de agosto Elvis vai ao dentista Dr. Hofman para fazer uma profilaxia, ele recordaria mais tarde o que Elvis disse na ocasião: "Dr. Hoffman, sua filha está estudando e morando na Califórnia. A minha pequena Lisa também. Quando eu terminar esta tour que começa amanhã, nós viajaremos juntos para Califórnia e as levaremos para almoçar."

16.08.1977 - Elvis retorna a Graceland depois da consulta no dr. Hofman. Neste momento Elvis é flagrado por um fã que registra sua última imagem! Ao adentrar em Graceland parece estar um pouco nervoso, resolve jogar ping pong com Billy Smith. Das 6h30 até 9h00 fica acordado sem sono, então toma uma dose de remédios e tenta ler. Ele fica com Ginger Alden até as 9h00. Pega o livro "The Face of Jesus" e vai para o banheiro. Ginger fala para Elvis não dormir lá. Ginger só acorda às 14h00 e não encontra Elvis ao seu lado, vai até o banheiro e começa a bater na porta. Ela consegue observa-lo e vê que está curvado no chão. Chama Joe Esposito e All Strada que solicitam uma ambulância. Elvis é levado ao Hospital Baptista de Memphis onde é tentada a reanimação, mas sem sucesso. Ele é declarado morto às 15:30 de 16 de agosto! Em questão de minutos o mundo já sabia da notícia, foi uma tragédia para milhões de fãs em todo o mundo. O corpo de Elvis retorna a Graceland no dia 17 para no dia seguinte ser sepultado no cemitério de Forest Hill. Com a tentativa de seqüestro do corpo acharam melhor leva-lo para Graceland onde está até hoje.

left show fwR|left tsN uppercase fwB|show fwB fsN uppercase center|bnull|||news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR c15 fsI uppercase fwB fsN|b01 c05 bsd|news login c10|tsN c15 b01 bsd fwB uppercase fsN|b01 normalcase bsd c05|content-inner||